Entregue-se

large

Desprenda-se do que te aprisiona
Sinta o sopro do vento
Escuta o canto dos pássaros
E sossega os teus pensamentos

Liberta-te do egoísmo
Solta o teu eu escondido
Aprecie o som da natureza
E se sentirá menos perdido

Coloca os teus pés no chão
Deita na grama macia
Sinta o universo a sua volta
E conhecerá a plenitude divina

Vive o teu dia agora
Dança se quiseres dançar
Canta se quiseres cantar
Que naturalmente tudo se aflorará

Teu cantar

zzzgrgdgf

Em um barquinho de papel
Percorri as cordas do teu violão,
Que seguiram vagando
Por entre as rimas e o refrão

Um mar de letras
Eu ia remando,
E o vento forte
Trazia as notas
Que a chuva ia levando

De repente o sol aparece,
E com ele uma canção pra relaxar,
Melhorando todo o meu dia
De navegante do alto mar

De noite o mar se agitava,
Tornando todo aquele momento real,
E ao solo de guitarra
Eu escutava a fúria do metal

A cada canção
Eu velejava sem parar,
E sem perceber, me afoguei
No teu cantar