Entre nós

1548706987325732

Você é a sombra que a árvore faz em meio ao sol do meio dia.

Anúncios

Uni-vos

zzzlarge

Eles querem me casar com um homem rico,
E querem que eu seja obediente e comportada.
“Homem prefere mulheres de cabelo comprido!”
“Tenha filhos e seja uma mãe dedicada”

Mas agora eu vou falar!

Eu não nasci pra agradar macho
Sou dona do meu próprio destino.
Cansei de ouvir esculacho!
É difícil ser mulher em um mundo de cretinos.

Diz ser homem com a maior firmeza,
Mas tem nojo de chupar buceta.
Não me peça para ser uma das tuas ninfetas,
Mulher não é só corpo e beleza!

Não me interrompe e vê se aprende a ouvir!
O teu fiu-fiu eu não quero escutar.
Quero ter a liberdade de poder sair
Sem ter medo de voltar.

Hoje eu rezo por todas nós
E pelo fim de tantas mortes.
Um passo de cada vez
Juntas seremos mais fortes.

Erguer-nos enquanto subimos

foto

A passos largos e sempre atenta
Sigo aflita e preocupada.
O número de feminicídio só aumenta.
Chega de viver submissa e humilhada!

Quero poder voar e me sentir livre.
Quero me vestir de liberdade.
Pois é assim que se vive
Em busca de mais igualdade

Não quero ser  tua
E nem de ninguém
Eu quero ser pra mim

Procura pagar a pensão,
Se não você vai pro xadrez!
A minha cor preferida não é rosa!
Vê se aprende de uma vez
A forma como uma mulher goza!

Eu não me calo!
Não gostou da minha roupa?
Aproveita e pega o seu falo
E enfia na boca.

Sujeita às incertezas do acaso

I
Vejo que você continua aqui,
Mesmo depois de ter ido embora.
Permita-se estar, já que veio.

II
Deite-se em meu regaço.
Deixe-me rir da sua cara amassada,
Pegar-lhe a mão e sumir pela estrada.

III
Dói-me te ver assim,
Cansado de tudo.
O silêncio gritava por toda parte
E chorar foi o que restou.

IV
Brisa boa essa que passou aqui,
Tem cheiro de quietude na alma.
Como a alegria de uma flor
Ao receber seus primeiros raios de sol pela manhã.

V
O passado nunca quer ser esquecido,
Ele tenta de todas as formas ser lembrado.
A forma como lidamos com ele muda a visão do presente.
E mais uma vez depois de muitas idas e vindas: você

VI
Que belas árvores a me rodear!
Ter enfim a leveza de poder sentir o vento
Passear pela minha nuca.

VII
Por alguns minutos me vi ser plateia no meio de uma guerra.
Presenciei de perto: luta, falta de caráter e perspectivas.
Dia de muito aprendizado e pavor.

VIII
A maior prova de amor próprio
É nunca desistir de si mesmo.
Só quem escreve sabe o real valor da escrita.

IX
Um passo de cada vez.
Ver essa grande abóboda celeste
E o tamanho da sua imensidão me enche de esperanças.
O universo me acolhe em seus braços
E tudo em minha volta é paz.

X
Gratidão.

Rend-toi

Détachez-vous de ce que vous emprisonne
Sentez-vous le vent souffler
Écoutez le chant des oiseaux
Et tranquillise vos pensées.

Libérez-vous de l’égoïsme
Libérez votre soi caché
Profitez du son de la nature
Et vous vous sentirez moins perdu.

Mettez vos pieds sur le sol
Allongez-vous sur l’herbe tendre
Sentez-vous l’univers autour de vous
Et connaissez la plénitude divine.

Vivez votre jour maintenant
Dansez si vous voulez danser
Chantez si vous voulez chanter
Bien sûr, tout va s’affleurer.